Warning: Parameter 2 to qtranxf_postsFilter() expected to be a reference, value given in /home/ollaiti/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php on line 298
Onde tudo começou - Olla Itinerante

Onde tudo começou

Cabo Polônio

Como nao falar da minha terra, esse canto do mundo tao perto e tao longe, onde conheci a minha parceira,  minha amiga e companheira de viagem, onde começou a tomar forma nosso sonho de viajar e conhecer o mundo por isso meu primeiro post é sobre esse pequeno pedaço de terra inspirador, romântico e natural.

IMG_4160
Cabo Polônio

Cabo polonio é uma reserva ambiental, onde eu vivia, situada na estrada nº10  a 260km de Montevidéu. A viajem pra esse paraíso pode ser feita de carro ou ônibus, contando com 2 opções em Montevidéu (em alta temporada tem mais opções de horario e empresas para esse trajeto. No inverno a quantidade de ônibus direto é reduzida então a melhor opção é viajar até Castillos, uma cidade vizinha que tem mais opções), podem tomar ônibus também em Porto Alegre direto pra San Carlos e de lá um ônibus pra Cabo.

IMG_4256
Rochas – Cabo Polônio

Lá só é permitido entrar a pé ou em uma “Jardineira” 4×4 (R$20 ida e volta) no terminal de ônibus na entrada da reserva que também conta com um amplo estacionamento.
A Jardineira percorre 10km de dunas de areias brancas moveis cortando uma extensa área de pinhos e arvores nativas, assim que chega na praia já é possível sentir o espirito do lugar, avistamos casas construídas com retalhos de madera, algumas feitas com restos de antigos navios  que encalharam nessas praias ha alguns anos e a pequena comunidade formada por apenas 65 a 70 habitantes fixos, um ambiente de paz e tranquilidade ilimitada, onde o som do mar se mistura com o som dos lobos, leões e elefantes marinhos, que fazem parte da fauna do lugar e nos meses de agosto a novembro recebem baleias que de tão perto que chegam das rochas dão a sensação de poder toca-las.

IMG_4143
Eu na Jardineira a caminho de Cabo Polônio
IMG_4146
Vista da Jardineira – Chegando na praia sul de Cabo Polônio
IMG_4153
Casa de madeira – Praia Sul

É possível também fazer cavalgadas pelas dunas desertas ou com tão poucas pessoas que você se sente livre.

A Reserva tem 2 praias. A praia sul e a norte, conhecida também como praia da caveira, que une Cabo Polônio a Valizas, uma caminhada de uns 7 ou 9 km (dependendo do caminho). A vista é incrível e podemos conhecer também o Dom Guillermo, um barco encalhado que se encontra na beirada da praia que data do ano 1952.
Você também pode visitar o farol onde consegue ver  todo Cabo Polonio, uma vista incrível (R$2).

WP_20140511_009
Farol – Cabo Polônio
DSC_0396
Vista do Farol de Cabo Polônio
WP_20140417_003
Rochas e Farol – Cabo Polônio

Pode aproveitar a praia que tem boas ondas pra quem gosta de surf e no verão somos agraciados com um lindo pôr do sol as 9h da noite, isso, da noite.

Cabo Polônio não tem poluição luminosa com isso temos um céu tão estrelado que é impossível não se apaixonar nesse lugar.

O único cabo elétrico que chega na reserva é para alimentar o farol, já as casas, restaurantes e hotes contam com iluminação solar, generadores a dísel ou a simples e romântica iluminação por velas.
A gastronomia de Cabo descreve ao máximo as tradições e gostos dos uruguayos e por isso indico aqui algumas das opções que temos:

  • Duendes oferece opções variadas de saladas, peixes grelhados;
  • Lo de Dani com paellas preparadas no salão frente aos olhos dos clientes, sopas de mariscos (cazuelas), pizzas incríveis, os muito famosos bolinho de algas (com algas colhidas das rochas da praia) e muitas outras opções, e claro, poder bater um papo super agradável com Daniel Machado, morador dos mais antigos,  chef e dono do estabelecimento que tem sempre uma boa história pra contar;

    IMG_4200
    Bolinhos de algas
  • El timbó com massas artesanais, croquetes de siri, miniaturas de pescado (Gorjão de peixe) e outras coisas deliciosas como abacaxi recheado com creme de camarão além das cervejas mais geladas, como alguns chamam por aqui, canela de pedreiro.
    IMG_4202
    Massa artesanal – Ravioli de camarão

    IMG_4201
    Croquete de Siri
  • Posada Mariemar que além de ter uma gastronomia muito boa tem uma vista incrível e todos os quartos com banheiro privado.
DSC_0388
Thay comendo uma pizza em Lo de Dani

Todos os pratos são preparados com frutos do mar frescos de Cabo.
Apesar da tranquilidade, Cabo Polônio conta com uma noite super gostosa e animada e pra curtir essa noite, a boa pedida é uma pré no bar do Joselo, um lugar exótico com paredes de plantas (amapolas) que você nem imaginaria que por trás delas existe um bar e de lá partir para o Estação Central com música boa e animada, mesa de sinuca, lugar onde todos se encontram e vai até o dia amanhecer.
Se você ainda não conhece, espero que algum dia tenha a oportunidade de conhecer Cabo Polonio, se reconectar com a natureza, relaxar, recarregar as energias e quem sabe encontrar o seu amor e juntos dar vida a seus sonhos assim como eu.

WP_20140419_007
Entardecer em Cabo Polonio
IMG_4172
Eu e Thay

Comments

  • Isabelle
    30 de setembro de 2016 at 09:55 09Fri, 30 Sep 2016 09:55:08 +000008.

    Que lindo e gostosin de ver o site de vcs. E que linda história. Raramente deixo comentário em sites quando leio. Mais lendo sobre cabo Polonio (que estou curiosa p conehcer) me deu vontade de deixar essa mensagem. Abçs e suerte a la pareja, desde Brasil 🙂

Leave a comment